Nessa época de quarentena muitos estão reinventando o seu negócio, outros finalizaram os serviços e vão precisar recomeçar em outra área ou com outro formato. Fato é que todo mundo está buscando uma saída para tudo isso e como sobreviver, principalmente depois que tudo passar.

Pensando nisso, trouxemos aqui alguns insights práticos de negócio, comunicação e público, que acreditamos ser de grande ajuda para fazer desde já. Em qualquer tempo essas ações são importantes. Mas, se ainda não havia feito, anote e faça a diferença no seu negócio.

Quais são os nove públicos que você provavelmente tem na sua empresa e como se relacionar com cada um deles:

  1. O público desconhecido: É aquele público que ainda não conhece o seu trabalho, então você precisa se apresentar. E Aqui vai uma dica do Marketing Digital: invista em anúncios online, para públicos personalizados, com bom conteúdo e objetivo claro.

  1. Seu seguidor: Esse público já te conhece e acompanha seu trabalho seja offline ou nas redes sociais (o mais provável). Isso quer dizer que você influencia de alguma forma. Nessa fase oferecer conteúdo de qualidade é essencial para motivar a compra.

  1. Contato: Esse você deve destacar ainda mais nessa quarentena. O foco é relacionamento para criar o que chamamos de ON- Oportunidades de Negócio. É importante mantê-los no seu mailing, ter contato de whatsapp e desenvolver esse relacionamento para se tornar seu quase-cliente, que falaremos ao avançar do texto.

  1. Cliente indicado: nessa etapa você pode listar empresas que tenham os mesmos clientes que você, porém não são concorrentes, para fazer o que chamamos de comarketing. Pegue 5 ou 10 indicações, entre em contato, ofereça um brinde, um voucher ou algum serviço que é porta de entrada para conquistar novos clientes.

Essa estratégia também funciona bem com os próprios clientes. Eles podem indicar quem também consumiria seus serviços e em troca ganham 10% no produto ou serviço que já estão levando.

  1. Seu quase-cliente: aqui sua venda está quase fechada e o esforço deve ser de encantar para que ele se torne seu melhor cliente: o recorrente.

  1. Não-cliente: Esse público também tem uma participação fundamental: aqui é onde você descobrirá muitas oportunidades para o seu negócio. Faça uma pesquisa para saber o porquê dele não ter comprado, assim descobrirá quais objeções seus quase-clientes estão tendo. A partir daí será possível melhorar a comunicação na fase em que o cliente ainda tem dúvidas.

 

  1. Cliente de 1ª compra: Vencemos! Agora precisamos ir além da compra. O chamado upsell, que é vender algo a mais do que o cliente já comprou. Sabe aquela máxima de aumentar a batata por mais R$1,00 no Mc Donald’s? É por aí. Tente entender a necessidade dele antes de tudo, pergunte sua situação, quais são seus problemas e a necessidade de solução que ele precisa.

 

Faça uma pesquisa com esse público também para saber por qual motivo ele comprou ou fechou contrato. Assim será possível fortalecer os valores e construir argumentos ainda mais persuasivos.

 

  1. Cliente recorrente: esse é o público dos sonhos, não é? Aquele que já comprou duas ou três vezes de você. Um público que merece atenção nessa quarentena também. São pessoas para as quais você poderá vender algum voucher para consumir até daqui três meses.

  1. Ex-cliente: Outro público importante para ser resgatado nesse tempo de pandemia. Tente resgatá-lo apresentando uma nova proposta, oferecendo um novo produto ou quem sabe um brinde.

Se ainda antes de todo esse cenário você não estava vendendo analisar e investir nesses públicos vai te ajudar. Há ainda outros três principais problemas que valem a pena observar.

Pode ser que você esteja comunicando para o público errado, que não consegue pagar pelo seu serviço. Ou não estar gerando valor suficiente para a venda, ou ainda não falhando na estratégia da escassez.

Que essas dicas ajudem você a retomar o seu negócio, te encoraje a continuar ou a começar de novo!